Nizardo Wanderley

Cavaleiro Solitário

Textos

ALGOZ

 

Tombei sem reação e aqui estou sem vida,

Aquela mesma vida que outrora eu vivia

Vivendo em tuas mãos escravo da magia

Negra, que enegrecera minh'ama sofrida.

 

E o último suspiro agora será dado

Distante dessa boca que me maldizia

Bem longe desses olhos que nunca me via

E do teu coração perverso e indelicado.

 

Cuspiste em minha boca que tanto te deu

Os mais sinceros ósculos do peito meu

E os âmbitos mais puros da minha guarida

 

Eu me decomporei à espera de algum verme

Que me dará um amor ao comer minha derme;

- Maior do que o teu ao me comer em vida!

Nizardo Wanderley
Enviado por Nizardo Wanderley em 03/06/2009
Alterado em 21/02/2015
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (Ex: cite o nome do autor). Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras