Nizardo Wanderley

Cavaleiro Solitário

Textos


DOCE ENGANO
 
Aproxima-se o fim, o encanto se perdeu!
E eu nada vou fazer pra que isso não aconteça...
Já que não consegui mudar tua cabeça
Eu saio do teu mundo e vou viver o meu.
 
A tua indiferença meus olhos renegam!
Não vale à pena esse momento que vivemos...
Melhor matar o sonho enquanto não morremos
E buscar n’outras bocas o que as nossas negam.
 
Adeus, minha menina, sigas o teu norte!
Desejo-te juízo e também boa sorte
Nas novas empreitadas do teu coração...
 
Eu vou tentar de novo ser feliz com alguém
Que cuide dos meus sonhos, que me queira bem
E não me proporcione “tanta” solidão.
Nizardo Wanderley
Enviado por Nizardo Wanderley em 14/10/2008
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (Ex: cite o nome do autor). Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras