Nizardo Wanderley

Cavaleiro Solitário

Textos


PRINCESINHA
 
Começaste a existir no invólucro materno
Onde tua mãe, guerreira, a sorrir te protege
E pede ao Deus glorioso que esse mundo rege
Para cobrir teu ser com o seu manto paterno.
 
Pequena princesinha, teu bercinho rosa
Espera teu corpinho frágil e friorento
E o teu pai, orgulhoso, chora esse momento
Vertendo no teclado u’a lágrima ansiosa.
 
Serás minha rainha - Eu teu porto seguro!
Virás ao mundo, verde e eu estarei maduro
Para te encher de amor, proteção e carinho...
 
E nada mais almejo em minha trajetória
Além de te ajudar ao longo dessa história
Que será redigida em letras de carinho.
Nizardo Wanderley
Enviado por Nizardo Wanderley em 14/09/2008
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (Ex: cite o nome do autor). Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras